Florais de Bach – sucesso entre as terapias da quarentena

Atualizado: 21 de Abr de 2020



Em tempos de isolamento social, as terapias que podem ser feitas sem interação física com os terapeutas e mediadores que as ministram ganham força e, mais do que tudo, adeptos que jamais adotariam a modalidade.

Um exemplo clássico são os florais, extratos de flores que, usados em quantidades mínimas diluídos em água ou em brandy (um tipo de álcool), podem reduzir a ansiedade, melhorar a qualidade do sono, trazer equilíbrio emocional, amenizar os sentimentos de medo e pânico, entre outros benefícios – aliás, muito bem-vindos nesse período de crise.

Sim, o tratamento é muito simples. Os florais são vendidos em vidrinhos com tampa conta-gotas que facilitam o consumo, geralmente de duas a quatro gotas pingadas na língua (com o cuidado de não encostar, para não contaminar o líquido do vidro).


E há ainda a possibilidade de comprar a versão conhecida como ‘preparado de emergência’ ou ‘floral de emergência’, indicada para aquelas situações muito difíceis e dolorosas emocionalmente, muitas vezes causadas por problemas pontuais ou situações consideradas extremas, como por exemplo luto, demissão inesperada, pânico.

A ideia de recorrer às plantas para cuidar da alma...

... Surgiu na década de 30, na Ingraterra, quando o médico bacteriologista e patologista Edward Bach (1886-1936) resolveu abandonar a clínica em que atuava em Londres para se dedicar ao estudo das plantas no interior do país, em Gales.

Essa ideia foi a mola propulsora para se dedicar a descobrir uma alternativa aos medicamentos regulares, tradicionais, para que o tratamento fosse além do reparo físico e orgânico e pudesse atuar, também, no comportamento emocional, aspecto importante quando se trata de qualquer processo de cura. Nessa mesma época, antes de sair do contexto da área de saúde londrina, começou a separar os indivíduos por grupos de semelhança de comportamento, como se sofressem do mesmo problema. O insight veio de um fato corriqueiro: uma festa. No evento, Bach ficou num canto observando as pessoas e começou a imaginar que deveria existir um medicamento que aliviasse sofrimentos comuns a cada grupo de indivíduos. A teoria veio de encontro com sua filosofia, como médico – é preciso tratar do sofrimento emocional dos pacientes. Intrigado para ir além da anamnese dos sintomas físicos e apaixonado pela natureza, Bach chegou então ao resultado: depois de muitas pesquisas e experimentos, ele catalogou 38 florais – que tratavam desde insegurança, medo e solidão até hipersensibilidade a influências e ideias, passando por falta de interesse no presente, preocupação excessiva com os outros e desalento e desespero. Reconhecimento científico Não, infelizmente a ciência não endossa o roteiro de plantas catalogado por Bach. E mais: as terapias com florais não são reconhecidas pela comunidade médica internacional como uma forma de tratamento médico. No entanto, pesquisas recentes sobre as emoções e o sistema imunológico reforçam o ponto de vista de que a saúde emocional e a saúde física estão relacionadas. Cada vez mais, peritos médicos concordam que uma mente saudável garante (sim!) um corpo saudável. No Brasil, o Ministério da Saúde – assim como a Organização Mundial de Saúde (OMS) – reconhece a efetividade dos florais como uma prática integrativa e complementar de promoção de saúde por trazer harmonia e equilíbrio, não só para o corpo físico como também no campo energético. Tanto que não são considerados remédios e podem ser comprados sem receitas e fora de farmácias. Outra boa notícia: a terapia com floral não apresenta efeitos colaterais e o risco de intoxicação é praticamente nulo. O motivo? O grau de diluição dos líquidos que contêm as essências das flores é altíssimo. Onde comprar Os florais são comercializados potencialmente nas farmácias de manipulação, sem receita como já foi dito, e em algumas lojas que comercializam produtos de saúde e bem-estar. Inclusive, muitas delas disponibilizam um questionário para o cliente responder e, a partir das respostas, é gerado um resultado sobre o estado emocional daquela pessoa no momento, que mostra a indicação de um determinado tipo de floral para ser consumido. Mas o ideal é fazer uma consulta com um terapeuta floral, um especialista credenciado. Somente esse profissional está apto a indicar o floral mais adequado para cada um, porque ele sabe exatamente como cada essência interfere no comportamento e nas emoções das pessoas. Muito além de Bach Hoje em dia, no Brasil, quatro tipos de florais são mais usados: os de Bach, os de Saint Germain, os de Minas e os Californianos. Esse é o nosso próximo post. Aguarde!


E se você quer descobrir como aliviar dores, fazer tratamentos para os mais diversos problemas e ter muito mais saúde e qualidade de vida, tudo isso de forma natural, conheça as Terapias Holísticas.


Encontre um terapeuta aqui no nosso Guia de Serviços.







⠀⠀⠀

#portalsaudeholisticabrasil #equilibrioemocional #aromaterapia #coronavirus #reiki #homeopatia #gratidao #yoga #terapia #meditação #profissaoterapeuta #comoserterapeuta #queroserterapeuta #roerunhas #fitoterapicos #terapiaholistica #pedalnoturno #estresse #ansiedade #onicofagia



109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

NOSSO TELEFONE

NOSSO EMAIL

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • YouTube - círculo cinza

INSCREVA-SE AQUI

Clique aqui, inscreva-se e receba todas as nossas novidades por email.

LINKS ÚTEIS

Home
Guia de Serviços
Blog
Termos de Uso

© 2021 Michelle Parreira