Obturações de amálgama? Bom mesmo é não ter



Quem tem menos de 25 anos dificilmente vai saber do que se trata uma obturação de amálgama. Mas, acredite, mesmo hoje, em 2020, é enorme (e assustador) o número de pessoas que ainda carregam esse metal tóxico na boca.


Estamos falando das obturações feitas com aquela liga metálica de mercúrio, utilizadas pelos dentistas nas décadas de 60, 70 e, em muitos casos, até nos anos 80. Pode-se dizer que nessa época era praticamente o método mais eficiente de garantir uma obturação dentária em longo prazo.


Talvez a questão desse recurso odontológico ter passado tão impune, se deve ao fato dos estudos de alerta, que mostram seus prejuízos à saúde, serem, de certa forma, recentes.


O que a ciência mostra é que o mercúrio, principal componente da liga metálica, tem grande afinidade com o sistema nervoso, e algumas pesquisas apontaram uma relação direta desse metal com o aumento dos casos de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), de autismo e de dislexia (distúrbio que dificulta o aprendizado e a realização da leitura e da escrita.


O cérebro, por razões ainda desconhecidas, tem dificuldade para entender a formação das palavras, e não relaciona direito os sons às sílabas formadas); além de favorecer disfunções na tireoide, fadiga crônica e problemas de arritmia cardíaca.


Uma das conclusões a que se chegou, como esses estudos, é que uma das principais fontes de contaminação por esse metal pesado, o mercúrio, são as amálgamas, e cada vez que se escova os dentes, ou expõe-se a ambientes com rede wi-fi, esse veneno é liberado no organismo. Agora, pare e pense o que isso significa em longo prazo.



E se você quer descobrir como aliviar dores, fazer tratamentos para os mais diversos problemas, ter muito mais saúde e qualidade de vida, tudo isso de forma natural, conheça as Terapias Holísticas. Encontre um terapeuta aqui no nosso Guia de Serviços.



⠀⠀⠀⠀⠀

#portalsaudeholisticabrasil #equilibrioemocional #aromaterapia #sudorese #reiki #homeopatia #gratidao #yoga #terapia #meditação #profissaoterapeuta #comoserterapeuta #queroserterapeuta #roerunhas #fitoterapicos #terapiaholistica #pedalnoturno #estresse #ansiedade #onicofagia